Lançada recentemente em formato digital, o diretor Chris Palmer, do filme animado ‘Superman: Man of Tomorrow’, comentou que as inspirações para a produção vieram das próprias histórias em quadrinhos do Superman.

“Eu acho que definitivamente ela lembra a produção animada original do Superman. É meio que nos blocos de construção de Metrópolis que isso poderia ser 25, 30 anos no futuro, onde enquanto há um monte de coisas que você sabe, há pequenos pontos de partida como, ‘Oh, eu espero que o mundo poderia ser assim!'” diz Palmer ao CBR.

“Para a linha de arte, era tentar algo novo, apenas definitivamente dar um grande selo sobre a produção que este é um mundo diferente dos filmes anteriores. Estava tentando coisas diferentes, como pesos de linha. As pessoas disseram que isso evoca mais uma sensação de quadrinhos, e eu não acho que eles estão errados.”

Antes de dirigir Superman: Man of Tomorrow, Palmer teve uma extensa carreira como animador e diretor, inclusive comandando várias temporadas da aclamada série animada original da Netflix Voltron: Legendary Defender. Foi essa experiência que o ajudou a montar algumas das peças mais ambiciosas de Man of Tomorrow, como Clark Kent assumindo o seu destino de ser super-herói.

“Eu definitivamente não sou um estranho em ação. [Risos] Há definitivamente algumas coisas em grande escala no 3º ato de ‘Superman: Man of Tomorrow’. Voltron tinha esses personagens como leões gigantes e naves espaciais gigantes, a escala sempre foi uma grande parte desse show. Definitivamente há partes disso que tecem este filme, onde você coloca a câmera e como você mostra o quão grande é uma ameaça.”

Dirigido por Chris Palmer, Superman: Man of Tomorrow já está disponível na versão digital e no dia 8 de setembro será lançado em Blu-ray e 4K UHD.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias