Lendas do UDC | Leia nossa resenha de Mulher-Maravilha Vol. 4

Neste volume há a continuação da trama relacionada a morte de Myndi Mayer, com novas informações sobre o caso, a partida dos Deuses do Monte Olimpo e a tão aguardada abertura de Themyscira para visitantes do mundo do patriarcado, trama que será mostrada no próximos volumes (se estes vierem a ser publicados) onde a Rainha das Amazonas, Hipólita irá até o mundo dos homens e os representantes de cada nação irão para a Ilha Paraíso, Themyscira. Segue a resenha do volume:

Roteiro: George Pérez e Len Wein

Desenhos: George Pérez, Brian Bolland, Chris Marrinan, Arthur Adams, John Bolton, José Luiz García-López, Curt Swan e Ross Andru

Arte-Final: Bob McLeod, Will Blybers e Mark Farmer

Cores: Carl Gafford

Editor Original: Karen Berger

Tradução: Leonardo Camargo e Bernardo Santana

Letras: Donizete Amorim

Editores: Bernardo Santana

Número de páginas: 164

Editora: Panini

Volume: 4

Preço de capa: R$ 25,90

Quem matou Myndi Mayer

Após saber sobre a morte de Myndi Mayer, publicitária que foi encontrada morta em seu escritório com um tiro na cabeça, Diana vai atrás dos possíveis suspeitos do crime. Em contra partida, o investigador Ed Indelicato também vai atrás de alguns suspeitos, como o ex-diretor de arte Steve London, a secretária Christine Fenton e a assistente Deni Hayes, que tiram relações de trabalho com Mayer.

A migração cósmica

Depois de descobrir a verdade em relação a morte de Myndi Mayer, Diana volta a Themyscira a pedido de sua mãe e irmãs amazonas, elas se reúnem para receber o recado de Menalipe, a Oráculo lhes conta que ela, Diana e a Rainha Hipólita foram convocadas para se apresentarem a corte dos Deuses no Monte Olimpo. No entanto, ao chegarem lá têm uma grande e terrível surpresa.

Pelas portas do destino

Com a partida dos Deuses do Olimpo, as amazonas devem mudar seus métodos e suas vidas para se adequarem a sua nova realidade, juntas elas votam a favor da abertura dos portões de Themyscira ao mundo dos homens, decidindo desta forma, compartilhar sua cultura e seus conhecimentos com o mundo.

Amazonas

Diana escolhe Julia e Vanessa Kapatelis para serem as primeiras visitantes do mundo dos homens em Themyscira. Ao chegarem na Ilha Paraíso as duas descobrem um pouco mais sobre sua amiga Diana, sobre as Amazonas e sua história no mundo dos homens e Julia Kapatelis acaba descobrindo algo sobre si mesma: ter sido salva por uma das Amazonas da Ilha quando era criança. Ao retornarem da Ilha, Diana recebe uma especial herança da publicitária Myndi Mayer.

Um Deus entre os homens

Durante um discurso que Diana faz na assembléia geral, a princesa amazona descobre que o Deus mensageiro Hermes está na cidade e decidiu viver entre os homens, no entanto, a professora Julia Kapatelis não fica contente com as atitudes do Deus. Ao sair da casa de Julia, Hermes acaba encontrando perigo ao se deparar com Fobos.

Zona de combate

Ao descobrir a situação em que o Deus Hermes se encontra, preso pelos filhos de Ares: Fobos e Harmonia; Diana vai de encontro ao Deus para auxiliá-lo. Juntos eles enfrentam os monstros para impedi-los de destruir a cidade. Por fim as coisas de acalmam, mas Hermes percebe o perigo em que colocou Diana e seus amigos e decide partir sem destino.

Está edição reúne as histórias publicadas em Wonder Woman 20-24 e Annual 1

Quem matou Myndi Mayer – Wonder Woman 20

A migração cósmica – Wonder Woman 21

Pelas portas do destino – Wonder Woman 22

Amazonas – Wonder Woman Annual 1

Um Deus entre os homens – Wonder Woman 23

Zona de Combate – Wonder Woman 24

Mas e aí? Já leram Mulher-Maravilha Vol. 4?  Não esqueçam de deixar suas opiniões nos comentários e até a próxima resenha =D

Dora Sales

Estudante de Administração, apaixonada por cinema e literatura. Leitora de quadrinhos há 6 anos. Fã dos personagens Batman, Arqueiro Verde, Questão, Monstro do Pântano, Mulher-Maravilha, Zatanna e Canário Negro e da equipe Novos Titãs.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of