Batman 80 Anos | Carta aberta para Bruce Wayne – Terraverso | Site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment no Brasil!                          
Editorial HQ's

Batman 80 Anos | Carta aberta para Bruce Wayne

Oi Bruce, a gente não se conhece e deve ser estranho um ser desconhecido lhe chamando pelo primeiro nome. É que, apesar de nunca nos vermos pessoalmente ou nem tampouco termos tomado algo juntos, sinto que sou um velho amigo seu.

Devo lhe explicar o quão amigo você foi para mim e ainda é. Nos conhecemos quando eu era só um menino e você também. Eu vi a sua dor perdendo quem mais amava. Não vou dizer que sei o que você sente, pois isso seria uma injustiça. Sempre tive meus pais a minha disposição e pude alcançar a maior idade junto com eles. É estranho imaginar o quanto isso pode ser visto como um privilégio.

Alguns garotos com quem convivo hoje são também órfãos. Alguns por terem seus pais perdidos por tragédias outros por nunca terem realmente a sensação do que significa ser pai. A dor as vezes nos faz ser o oposto daquilo que queremos. O que você gostaria de ser Bruce? Não sei se já te perguntaram isso, mas sabendo o que você se tornou e compreendendo totalmente os porquês de você ter se tornado o que é, não consigo imaginar alguém querendo tal coisa.

O seu alter ego é obviamente a persona que mais atrai. Embora, eu sei que sua máscara são seus falsos sorrisos. Quantos risos falsos você treinou no espelho? O termo herói acabou mudando totalmente o sentido durante a história. Você mesmo conheceu alguns que são opostos a você, mesmo sabendo que o azulão é um cara legal, apesar de ser um tédio.

 O que fazer para combater o que mais tememos? Sua escolha foi usar o medo como uma arma e o tempo mostrou que isso foi realmente a melhor escolha. Graças ao medo imposto aos inimigos, as pessoas puderam ter esperanças. Pessoas podiam acreditar algo. As vezes, somente isso basta. Acreditar em algo antes de cair no sono.

Ainda não sabemos se a criminalidade está enraizada nessa cidade ou se ela mesmo é a própria criminalidade. Com tanto tempo lutando contra, há aqueles momentos onde nós questionamos o quanto vale a pena se impor. A corrupção não é uma dádiva apenas do meio político. Ela está ligada a cerne do ser humano e somos tão corruptos conosco quando desistimos de lutar pelo correto diante de dificuldades superiores.

Você não desistiu. Perseverou e por conta disso, sempre se sentiu tão quebrado. Como é possível lutar contra todo o mal e perseverar de cabeça erguida quando no íntimos só existe dor? Eu não sou psicólogo e no meu tempo, terapia está deixando de ser um tabu. Talvez isto fosse o melhor para você Bruce, mas, não vou julgar por lágrimas mergulhadas em copos de uísque.

Nesses anos todos, a infelicidade veio a sua porta e não ousou nem bater. Um terremoto de dores fez da sua caverna o seu lar. Hoje, Bruce, provavelmente não há mais nada para ser quebrado em você. Não há nada a perder, não há nada a ser tirado, mas , era assim desde o início, não?

Talvez você não durma a noite e prefira a solidão. Não há solidão de paz, aquela solidão que nos aterroriza e ainda mais, expõe nossas fragilidades.

Você é frágil Bruce, eu também sou. Demorou muito para que eu pudesse reconhecer isso e olha, tenho muito menos tempo de vida do que sua luta contra o crime. Então, quando sua capa é encostada num canto, suas feridas são costuradas pelo Alfred e em alguns goles você busque um sentido, há somente ali, fragilidade e caro morcego, está tudo bem.

Terraverso
no Facebook

Terraverso
no Twitter

Terraverso
no Instagram

Conheça o Terraverso

Somos o portal Terraverso! Um site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment aqui no Brasil. Um projeto desenvolvido por fãs ávidos desse multiverso de mundos e personagens. Acompanhe aqui as principais novidades e informações da DC, além de matérias especiais, críticas, entrevistas, resenhas e o nosso podcast chamado Ramal 52. Seja bem-vindo DCnauta, a casa das lendas é aqui!