Para muitos dos novos fãs de quadrinhos o primeiro contato com a Canário Negro foi na animação “Liga da Justiça: Sem Limites” do Bruce Timm. Sem dúvida é uma ótima animação, mas só podemos ter um breve deslumbre de quem essa personagem é.  Vimos que ela é muito boa na luta corpo a corpo, a distância que ela pode usar seu super-poder: “grito da canário”, e que ela aprendeu a lutar com o Pantera. Temos então um vislumbre de Aves de Rapina, quando ela luta ao lado da Caçadora e por último vale mencionar seu interesse romântico no Arqueiro Verde.

É uma ótima animação, sem dúvida, mas esse é apenas um resumo até bem simples da personagem. A Canário Negro é extremamente interessante, e já foi vivida por várias personagens, com diversas versões nos quadrinhos, animações, séries, e agora temos ela nos cinemas interpretada por Jurnee Smollett-Bell em  “Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa”.

Para comemorar o lançamento do filme, criamos uma série de matérias especiais e essa é uma delas. Vamos enaltecer essa personagem poderosa, conhecendo um pouco mais de sua origem e momentos marcantes.

Origem

A primeira Canário Negro foi Dinah Drake, criada por Robert Knigther e Carmine Infantino, estreou em ‘Flash Comics #86’ (agosto de 1947), ela era uma grande lutadora, especialista em artes marciais, mas é importante pontuar que ela não tinha super-poderes. Isso não impediu que futuramente se tornasse membro da Sociedade da Justiça.

Dinah Drake se casou com o policial Larry Lance, tiveram uma filha Dinah Laurel Lance. Dinah Lance por sua vez tem diversas versões, no período pré-crise ela foi amaldiçoada com o grito sônico e mandada para outra Terra, onde teve crescimento acelerado. Em outra versão ela nasce com poderes. Na série “Birds of Prey” de 2013, a Canário volta a ser Dina Drake, nessa história ela é abandonada ainda bebê e criada por Desmond Lamar, que treina Canário até sua morte por câncer.

Aves de Rapina

Mais tarde a Canário participa da equipe Aves de Rapina, onde comandadas pela Oráculo, Canário, Caçadora e outras personagens combatem o crime.

Em 2002 foi lançada a série ‘Birds of Prey’, que no Brasil era chamada de Mulher-Gato (Q?). Dinah era interpretada por Rachel Skarsten, mesma atriz que hoje interpreta Beth Kane na atual série Batwoman. A série trouxe uma nova história onde a Canário Negro original chamada Carolyn Lance, abandona sua filha quando criança para deixa-la em segurança depois que ela não demonstrou nenhum potencial meta-humano, o que mais tarde aflora como poderes telepáticos e telecinéticos.

Quase tivemos a formação da equipe em “Liga da Justiça: Sem Limites”, em alguns episódios podemos ver Canário e Caçadora contracenando, e rendeu um dos melhores episódios da série onde vemos as super-heroínas tendo suas mentes controladas para lutarem entre sí em uma espécie de super-UFC.

As duas aparecem novamente em “Batman:  Os Bravos e Destemidos” dessa vez de fato como as Aves de Rapina. Nessa formação com a Mulher-Gato, vemos a Canário no visual clássico da personagem em um número musical.

Cantora

Não vemos a Canário cantando com frequência, mas nos quadrinhos, “Canário Negro: O Som e a Fúria”, a personagem tem uma banda e uma voz poderosa, a HQ tem artes marcantes e uma história com pegada indie, um ponto interessante é que foram disponibilizadas músicas da banda que você pode conferir aqui https://blackcanary.bandcamp.com/album/ep-1

No filme “Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa”, Canário aparece como cantora em um clube noturno do Máscara Negra, a atriz que dá vida a personagem não tem uma carreira como cantora, porém, encontrei esse vídeo dela quando pequena em uma cena musical.  

Arrowverso

Arrow é a série que tem a maior quantidade de Canários por metro quadrado, Sara Lance, Laurel Lance, Dinah Drake, Laurel Lance da Terra 2… Provavelmente não tivemos mais Canários por falta de tempo, mas isso deve mudar com a série “Green Arrow na the Canaries”, um spin-off de Arrow.

Sara Lance é uma personagem original da série, após morrer sua irmã se tornou a Canário Negro em seu lugar, Sara é ressuscitada no Poço de Lázaro e se torna a Canário Branco, seguindo seu próprio caminho na equipe das Lendas do Amanhã, que futuramente se tornaria capitã.

O manto da Canário na série passou por mulheres incríveis, Laurel era promotora, Dinah era tenente, Sara com um currículo diverso, contendo Liga dos Assassinos, equipe Arrow e Lendas do Amanhã, é de perder a conta de quantas vezes o mundo foi salvo graças a essa personagem.

Oliver Queen

Canário Negro e Arqueiro Verde formam um dos casais mais amados dos quadrinhos. Entre idas e vindas o casamento dos dois foi memorável, com direito a uma grande luta entre heróis e vilões.

Em ‘Reino do Amanhã’ chegamos a conhecer a filha do casal, Olivia Queen. Que segue como uma Canário Negro, em outras HQs vemos ela com mais detalhes. O traje que usa lhe dá  habilidades de camuflagem e manipulação de tecnologias.

Em “Injustice”, temos um dos acontecimentos mais tristes e emocionantes do casal, Oliver é morto pelo Superman, e a Dinah se vê sozinha e grávida. Surge uma estranha amizade entre ela e Arlequina que acompanha a gestação até o nascimento da criança.

Em um último sacrifício como Canário Negro ela luta de igual para igual com o Superman em rede mundial, e se passa por morta. Dr. Destino a leva junto com seu bebê para uma Terra em que Oliver ainda está vivo e Dinah morreu, para que os dois permaneçam juntos em um reencontro emocionante.

Habilidades

A Canário Negro é muito conhecida pelo Grito da Canário, um grito capaz de quebrar ossos e até mesmo paredes. Ainda controla suas cordas vocais que a permite modular sua voz e imitar sons. Ela se garante na porrada, e é perita em diversas artes marciais, treinou ao lado do Pantera, Mulher-Maravilha, Richard Dragon e Liga dos Assassinos. Suas habilidades lhe garantiram como treinadora da equipe Justiça Jovem.

Durante a recente saga ‘DCeased”, na segunda edição da história, Dinah e Ollie encontram-se com uma versão zumbi de Hal Jordan culminando em desfecho nada agradável para o Lanterna. Naturalmente o anel procura um sucessor de Hal e de forma surpreendente se une a Dinah, tornando-a parte da Tropa dos Lanternas Verdes.

A Canário Negro é uma das fundadoras do universo de super-heróis como conhecemos, e merece todo o reconhecimento. Vamos conhecer uma nova versão da personagem no filme de Aves de Rapina. A produção dará um novo rumo no universo de filmes da DC, e queremos que a personagem ganhe ainda mais notoriedade.

“Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa”, chega aos cinemas dia 6 de fevereiro, com direção de Cathy Yan, estrelando Margot Robbie como Arlequina, Jurnee Smollett-Bell como Canário Negro, Mary Elizabeth Winstead (Caçadora), Ella Jay Basco (Cassandra Cain), Rosie Perez (Renee Montoya) e Ewan McGregor (Máscara Negra).

Sobre Rebeca

Rebeca Vilas Boas

Uma deusa, uma louca, uma feiticeira.

Últimas notícias