Em entrevista à EW, o produtor Damon Lindelof afirmou que a série de Watchmen que estreará na HBO no dia 20 de outubro se enquadra melhor na “caixa de sequências do que na de reboots”.

O produtor disse que tudo o que aconteceu nas doze edições escritas por Alan Moore será considerado cânone. A produção se passa 30 anos após os acontecimentos da HQ e explorará alguns pontos da trama original para contar as novas histórias.

Lindelof também comentou sobre o Doutor Manhattan. Conforme o produtor, o personagem é o único ser superpoderoso do mundo e, no momento da série, ele não está no planeta, o que faz com que todos os vigilantes mascarados sejam pessoas comuns.

Ele também comenta que a série explorará a implicação psicológica de cobrir o próprio rosto e da escolha que cada indivíduo faz de sua máscara, afirmando que “o disfarce nos esconde e nos exibe ao mesmo tempo”.

Confira a sinopse: “Situada em uma realidade alternativa onde super-heróis são tratados como bandidos, Watchmen abraça a nostalgia da graphic novel original inovadora e segue em busca de abrir novos caminhos próprios“.

A série estreia no dia 20 de outubro na HBO.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias