O criador da série Watchmen na HBO, Damon Lindelof, revelou como a série é fortemente influenciada por suas próprias experiências com histórias de origem.

A HBO postou um “Backstory” da série com a participação do produtor contando sua própria história com seu pai. Um homem mais velho que era um colecionador de quadrinhos e que teve toda sua coleção jogada fora quando criança, e levou sua família para tentar reformar essa coleção anos depois. Lindelof olha para trás com carinho naquele dia e no momento em que seu pai lhe entregou Watchmen. (Que pode servir como uma espécie de história de origem para ele também.)

É claro que esses eventos que moldam a vida das pessoas são de interesse para o programa da HBO. Todos os personagens têm motivações e razões pelas quais estão tentando fazer o que fazem, o bem e o mal. Ouvir Lindelof colocar tudo em palavras é muito divertido por si só. Mas, a animação do Studio Showoff e do diretor Ivan Dixon adiciona elementos interessantes.

“Eu esperava que houvesse alguma celebração grandiosa … Mas, a vida simplesmente continuou. Então, agora é 1986, tenho 13 anos. Meus pais se divorciaram. Meu pai teve sua própria casa por cerca de três anos. E a essa altura, ele havia acumulado milhares de outras histórias em quadrinhos. Além de sua coleção original. E então, vou ficar na casa do meu pai. Ele vem até mim e me entrega essas duas revistas em quadrinhos. E ele diz: ‘Você não está pronto para isso’. E então ele simplesmente se afasta misteriosamente. ”

“Eu simplesmente poderia, meio que, senti-los estalando em minhas mãos. Quase como se eles tivessem algum tipo de carga. Esses quadrinhos pareciam diferentes de todos os quadrinhos que eu já tinha visto antes. E meu pai estava certo, eu não estava pronto para isso. Acho que meu pai queria ter um amigo com quem pudesse falar sobre isso que amava. E assim, tratamos Watchmen quase como estudiosos do Talmud. Cada personagem de Watchmen tem uma história de origem. E nos é explicado por que eles fazem o que fazem. Por que eles saíram da maneira que saíram. E então, eu sabia que não poderia fazer justiça a este pedaço incrível de cultura e escrita que me inspirou quando criança sobre histórias de origem. Então, eu queria fazer a mesma abordagem. Eu queria, por falta de trocadilho pior, mostrar o que fazia as pessoas pulsarem, tock …”

O produtor foi questionado sobre fazer outra temporada da série aclamado pela crítica inúmeras vezes desde o fim da primeira leva de episódios. Mas ele insiste que é “a vez de outra pessoa dançar”. “Não se trata de colocar um fim, é mais sobre eu querer honrar o que Watchmen era antes de me tornar parte disso”, disse Lindelof.

“O legado de Watchmen é Alan [Moore] e Dave [Gibbons]. Eles criaram e durou 30 anos, obviamente Zack [Snyder] fez seu filme, que foi uma adaptação bastante canônica das 12 edições, e então fizemos nossa temporada de televisão. Essa foi a minha vez. Fiquei no meio da pista de dança por um minuto e tive que fazer meu movimento, mas depois você recua para a borda do círculo e é a vez de outra pessoa dançar.”
Com 26 indicações e 11 prêmios ao todo, a série foi a maior vencedora do Emmy deste ano. A produção também se torna a primeira série inspirada em quadrinhos da história a ganhar as principais categorias do Emmy, colocando para sempre seu nome em destaque na história da premiação mais importante da TV americana.

‘Watchmen’ está disponível na HBO GO.

Via: [ComicBook]

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias