Em entrevista a um programa de rádio, o autor Britânico Neil Gaiman afirma que a série de Sandman, produção entre Warner e Netflix, se passa nos dias atuais, ao contrário dos quadrinhos, onde a história de Morpheus acontece nos anos 80.

Pessoas me perguntam sobre uma adaptação de Sandman desde 1991.” afirma Gaiman. De acordo com o autor, Warner tem insistido em uma adaptação cinematográfica desde o início da década de 90, mas Neil não queria sem finalizar por completo sua obra: “Eu disse ‘Por favor não. Estou escrevendo os quadrinhos, se fizerem o filme agora estariam estragando tudo.‘”

Após o fim das publicações, a Warner tentou levar o projeto para frente, mas agora, somente três décadas depois, uma série de TV finalmente vai sair do papel.

Anunciada em julho, Gaiman afirma que agora é o tempo certo para trazer a obra para outras mídias:

Eu passei de 2016 até o início de 2019 transformando Good Omens em uma série de tv, entendendo como funciona sem me sentir intimidado sobre isso.” “A ideia é deixar [Sandman] bem fiel, mas nos tempos atuais ao invés dos anos 80″ ele afirma.

Quando perguntado sobre como isso será traduzido, Gaiman da mais informações sobre algo importante da trama:

Na primeira edição de Sandman, uma doença do sono acontece depois que Morpheus, o Lorde dos Sonhos, é capturado em 1916, ele consegue escapar em 1988. [Na Série] Ao invés dele ficar preso por 80 anos, ele vai ficar preso por 110 anos, e isso muda as coisas.” afirma Gaiman.

A primeira temporada contará com 11 episódios e deve chegar na Netflix em 2021.

Sobre Juan

Juan Almeida

"Lembrai, lembrai, o cinco de novembro. A pólvora, a traição e o ardil; por isso não vejo porque esquecer; uma traição de pólvora tão vil" - “V for Vendetta”

Últimas notícias