Depois do elenco da série desejar esse crossover -leia aqui-, o produtor executivo de Raio NegroSalim Akil, explicou por que a série não pertence ao Arrowverse, ao lado de Supergirl e The Flash. Segundo ele, a conexão não era necessária para a história. A informação é do portal The Wrap.

“Digo isso com todo o respeito, mas eles não são realmente relevantes para a série que estamos fazendo. O mais interessante é que a Warner Bros. e a CW nos deixaram criar nosso próprio mundo. Realmente queríamos que o público conhecesse essa família antes de começarmos a ampliar a série.”

Raio Negro conta a história de Jefferson Pierce (Cress Williams). Pai de duas filhas e diretor de uma escola secundária que também serve como um refúgio seguro para jovens em um bairro invadido pela violência de gangues, ele é um herói para sua comunidade. Contudo, nove anos antes, Pierce era um herói completamente diferente: dotado do poder sobre-humano que lhe permitia controlar a eletricidade, ele usou essa habilidade para manter suas ruas da cidade segura como o vigilante mascarado Raio Negro. No entanto, deixou para trás essa vida em nome de sua família…mas alguns eventos levará o herói novamente para a ativa.

O roteiro de Raio Negro leva a assinatura do casal Mara Brock Akil (The GameBeing Mary Jane) e Salim Akil.

A série estreia em 16 de janeiro no canal The CW.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias