Já está disponível para compra o relançamento de Sociedade da Justiça – A Era de ouro. A editora Panini trouxe de volta ao mercado uma das histórias mais importantes da equipe clássica da DC, escrita por James Robinson e ilustrada por Paul Smith. Confira a sinopse:

Na Era de Ouro da década de 1940, homens e mulheres extraordinários com habilidades excepcionais surgiram para defender a nação. Suas máscaras e uniformes eram como um farol de esperança para um país ameaçado. Flash, Lanterna Verde, Gavião Negro, Starman, Átomo, Liberty Belle e muitos outros super-heróis atenderam ao chamado às armas dos Estados Unidos, formando a Sociedade da Justiça da América. Entretanto, a guerra terminou e a necessidade de heróis chegou ao fim com ela. Com sua importância desvanecendo, esses campeões tentaram retornar às suas vidas, apenas para serem encarados com suspeita e medo, até mesmo por seu próprio governo.

Um novo herói, chamado Dínamo, capturou a atenção do público, apoiado por políticos buscando impor os ideais fascistas de um governo da época do macarthismo. Porém, quando se tornam claras que as intenções e origens de Dínamo são mais sombrias do que qualquer um jamais sonhou, apenas os homens mascarados da Era de Ouro podem detê-lo. Eles estão prontos para dar tudo o que têm para derrotar esse mal e, ao fazerem isso, irão dar início a uma nova era.

Formato 19 x 28 cm, 200 páginas, capa dura R$ 60,00.

A trama que fez parte do extinto selo Elseworlds (que trazia histórias desligadas da cronologia original e no Brasil também ficou conhecido como túnel do tempo) e foi lançada originalmente em 1993. Na época, havia saído aqui no formato de mini-série em quatro partes pela editora Metal Pesado.

Sobre Shelton

Shelton Silva

Jornalista formado pela FAPCOM, iludido com a ideia de transformar o hobby em profissão. Um milhão de projetos na mente e outras centenas de páginas em branco. O objetivo é preencher uma de cada vez, um dia chego lá. A rotina certeira do desenrolar dos dias é meu pior inimigo, a arte e as paixões são minha fuga.

Últimas notícias