AVISO: O texto a seguir contém spoilers de Batman #93 por James Tynion IV, Guillem March, Javier Fernandez, Tomeu Morey, David Baron e Clayton Cowles, lançado recentemente nos EUA.

Nas páginas da atual HQ do Batman, o Coringa finalmente vai colocar o Homem-Morcego contra a parede. Depois que o Superman revelou sua identidade secreta para o mundo, o Príncipe Palhaço do Crime foi inspirado a fazer a única coisa que nunca fez antes: levar sua batalha com o Cavaleiro das Trevas para um próximo nível usando o conhecimento de sua identidade secreta. Iniciando em Batman #85, o Coringa começou um esquema elaborado para derrotar seu inimigo de uma vez por todas. E, para fazer isso, ele precisa da ajuda de uma nova parceira: A Punchline.

Antes de sua estreia em Batman #89, a Punchline foi apresentada pela DC como uma personagem que tem importância e proximidade com o Coringa. Algo que poderia efetivamente torná-la a próxima Harley Quinn. Demorou um pouco para o personagem ter algum tempo nas páginas da série. Depois de algumas aparições especiais, a nova namorada assassina do Coringa fez um assassinato (literal) quando se juntou oficialmente ao Universo DC para ajudar o Coringa a iniciar uma guerra devastadora contra o Batman.

Agora, antes do início do próximo evento “Guerra do Coringa”, aqui está tudo o que sabemos sobre Punchline até agora.

ORIGEM

A origem da Punchline foi revelada na edição comemorativa de 80 anos do Coringa. O conto “O Que Vem no Fim de uma Piada”, de James Tynion IV e Mikel Janin, revelou que o nome verdadeiro de Punchline é Alexis e que ela era uma estudante universitária já obcecada pelo Coringa. Depois de gerar desconfiança e preocupação ao reitor da escola, Alexis resolveu matá-lo através da sua própria mistura de gás de riso do Coringa, usando uma receita que ela recebeu de forma online.

Antes disso, ela aperfeiçoou a receita do gás do Coringa testando-a primeiro em pessoas sem-teto. Depois de matar o reitor, Alexis mostrou que tinha uma compreensão real de quem era o Coringa, e que ela sabia exatamente o que ele representava para a sociedade. Optando por reconhecer o establishment atual como uma piada, ela assumiu a identidade de Punchline, e oficialmente se tornou a nova namorada/sidekick do Coringa.

PUNCHLINE E HARLEY QUINN

Depois de mergulhar de vez na identidade de Punchline, Alexis tornou-se a segunda na ordem de comando para o Coringa e teve sua própria equipe de bandidos mascarados de palhaços realizando ataques enquanto preparavam tudo para a guerra do Príncipe Palhaço do Crime. Punchline e sua equipe de bandidos visitaram um antigo esconderijo no prelúdio para Batman #92. Na história, vimos que Alexis carregava um machado com o objetivo de acabar de vez com a sua antecessora, Harley Quinn. De fato, Punchline acabou assassinando um dos capangas do Coringa que ousou dizer que sentia falta da Harley. A vilã destruiu todos os pertences de Harley que estavam na antiga casa.

Alexis se vê como o futuro do Coringa, e ela odeia Harley Quinn por tentar mudá-lo e transformá-lo em um homem melhor. Em nítido contraste com Harley, Punchline quer que o Coringa seja o seu eu mais cruel. Punchline finalmente conseguiu seu desejo um pouco mais tarde, quando finalmente conheceu Harley na edição ‘Batman #92’ e provou suas habilidades superiores de luta.

Capa de ‘Harley Quinn #75’ por Frank Cho.

Na edição solo da Arlequina, número #75 e última, ambas devem se encontrar mais uma vez e se confrontarem em uma nova e eletrizante batalha.

PUNCHLINE VS ASA NOTURNA

Na prévia de Nightwing # 73 de Dan Jurgens, Ronan Cliquet, Travis Moore e Alan Quah, a jornada de Dick Grayson de volta a Gotham City será impedida pela Punchline. A assassina de sangue frio, de alguma forma, ganhará o controle do Asa Noturna e fará com que ele lute contra aqueles que estão mais próximos dele, incluindo a Batgirl de Barbara Gordon.

O Coringa e a Punchline têm uma vantagem importante à sua disposição, uma vez que conhecem as identidades reais dos principais membros da Bat-família, incluindo Asa Noturna, Batgirl, Capuz Vermelho e Robin (Damian Wayne e Tim Drake). Considerando que Dick está tendo problemas de memória, possivelmente o Coringa e a Punchline o manipulem para acreditar que seus aliados mais próximos são realmente seus inimigos. Uma grande batalha se aproxima. A edição chegará nos EUA no dia 18 de agosto.

A ARMA SECRETA DO CORINGA

Se suas primeiras aparições não provaram muita coisa, Punchline é definitivamente uma arma extremamente perigosa. Já sabemos que ela matou várias pessoas com o uso do gás do Coringa, e ela também é mortal com facas. Punchline já se provou para o Palhaço do Crime, e é por isso que ele confia nela completamente. Na verdade, ele até recorreu a ela para pedir ajuda ao sequestrar Mercy Graves em “Ano do Vilão: Inferno Ascendente“. Além disso, seu envolvimento foi crucial para roubar a fortuna da família Wayne do Batman e da Mulher-Gato em Batman #93.

E se tudo isso não bastasse, ela também mostrou o quanto era uma ameaça quando cortou a garganta da Harley com uma faca, antes de atirar na Mulher-Gato com uma arma. Embora ambas as personagens pareçam propensas a fazer uma recuperação dado o seu envolvimento anunciado em “Guerra do Coringa”, seu encontro com Alexis provou uma verdade: Punchline certamente não está para brincadeira.

Artigo adaptado: [CBR].

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias