#EspecialLigaSombria | Etrigan: Entre rimas e vindas do inferno!

Se você conhece minimamente o mundo dos quadrinhos já deve ter ouvido falar do nome Jack Kirby, não é? Se não, bom, Kirby é uma das maiores lendas dos quadrinhos de todos o tempos, muitas vezes ele foi responsável por ambos: roteiro e arte de suas histórias, e um fato curioso sobre o quadrinista é que mesmo contra sua vontade, ele não conseguia deixar de criar ícones, e esse foi o caso do demônio rimador mais querido dos quadrinhos, Etrigan!

A Origem

Com seu visual inspirado diretamente de uma das histórias do Príncipe Valente, “O Demônio”, como o personagem foi chamado inicialmente, teve uma origem um pouco controversa. Em 1971, Kirby criou um universo próprio dentro no Universo DC chamado Quarto Mundo, lar de Darkseid, Novos Deuses e do Povo da Eternidade, por exemplo. Porém, surpreendentemente, na época em que foram criados, não fizeram tanto sucesso, então os títulos ligados ao Quarto Mundo foram cancelados.

Um ano mais tarde, pressionado pela DC para criar um novo personagem, dessa vez ligado ao horror (que estava em alta na época), o quadrinista criou Etrigan, um demônio que possuía uma ligação mágica com um humano comum chamado Jason Blood.

Merlin no momento em que vinculou o demônio e o homem em um único ser.

A origem dessa relação sofreu diversas alterações durante os anos, mas basicamente tudo começou na época do Rei Arthur e seus cavaleiros da Távola Redonda. Na versão mais famosa da origem, Jason Blood era um dos cavaleiros do rei que lutava contra a bruxa Morgana Le Fay, e durante essa batalha, o famoso Mago Merlin, sem encontrar outra alternativa, invoca seu meio-irmão diretamente do inferno, o demônio Etrigan.

Mas com a queda de Camelot inevitável, Merlin agora deveria lidar com o fato de que um dos demônios mais incontroláveis de todos estava solto na Terra. Como forma de conte-lo então, Merlin vinculou para toda a eternidade Jason Blood e Etrigan, e sem muita escolha, os dois seres teriam que aprender a dividir a mesma vida imortal.

A relação

Algumas das principais características de Etrigan se dão pelo fato da criatura ser extremamente imprevisível e sádica, com o passar dos anos, Jason foi aprendendo a lidar com ele, o invocando apenas em momentos de grande perigo para o ajudar, mas muitas vezes Etrigan fazia apenas o que bem entendesse. Jason Blood pode ser, por muitos, considerado um herói, mas não o demônio.

Para convoca-lo e começar a transformação, Jason deve recitar o verso “Transforma-te, homem, transforma-te! Abandone as impurezas da carne, pois no peito de fogo o coração arde! Abandone a forma humana, vilã! Erga-se o demônio Etrigan!”

Habilidades

Tanto Jason como Etrigan possuem ligação com o sobrenatural, Blood é um grande conhecedor das artes místicas e um demonólogo e Etrigan… bem, é um demônio! Além de força, resistência, agilidade e sentidos extremos, a criatura consegue soltar poderosas rajadas de fogo infernal pela sua boca, sem contar que é extremamente resistente a ferimentos devido a sua natureza, o levando até a desejar dor e intrigas no geral.

Em algumas versões, Etrigan ainda consegue invocar armas – como uma espada- e legiões de outros demônios diretamente do inferno, nos levando a acreditar que a extensão de seus poderes mágicos não é inteiramente conhecida ainda.

Etrigan fazendo uso de seus poderes em batalha.

Rimas

Com o passar dos anos, Etrigan passou por aclamados títulos da DC como Sandman e Monstro do Pântano, e foi nesse último que uma grande peculiaridade do personagem surgiu. Quem estava comandando a mensal na época era Alan Moore, que decidiu dar uma característica para o demônio em sua história: ele só falaria através de rimas. Tinha tudo para ficar brega mas não é que pegou? Hoje em dia essa é uma das mais famosas características do demônio!

Como posso conhecer mais dele?

Bom, infelizmente temos pouco material do personagem publicado no Brasil mas algo que pode ser encontrado com facilidade é sua HQ de origem , publicada recentemente pela Panini pelo selo “Lendas do Universo DC”. -Adquira no link-

Etrigan já participou de diversas aventuras da Liga da Justiça Sombria, tanto nos quadrinhos quanto nas animações, com um papel de destaque nos filmes “Liga da Justiça Sombria” (2017) e “Liga da Justiça Sombria – Guerra de Apokolips” (2020), mas não integra de fato a equipe, provavelmente pela sua instabilidade.

Os visuais do personagem em “As Novas Aventuras do Batman” e nos filmes da Liga da Justiça Sombria.

O personagem também já apareceu nas séries animadas “Batman – Os Bravos e Destemidos”, “As Novas Aventuras do Batman” e “Liga da Justiça Sem Limites”, mas com menor destaque.

Agora é esperar e torcer para que nosso querido demônio rimador tenha alguma participação no projeto live action da Liga da Justiça Sombria do streaming HBO Max, porque isso seria incrível!

João Pedro

João Pedro

Designer e ilustrador (DC me contrata por favor!), fanboy do Batman e da Mulher-Maravilha mas meio atrasado que nem Barry Allen. Acredito no poder transformador da cultura pop e espero conseguirmos fazer a diferença por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *