A HQ de hoje é o quarto volume da fase da personagem Mulher-Maravilha nos Novos 52 intitulada Guerra, escrita por Brian Azzarello, desenhada por Tony Akins e Goran Sudzuka e publicada inicialmente em 2012. Essa foi o último encadernado da personagem publicado pela editora Panini até agora, no entanto a fase ainda terá mais dois encadernados antes de ter sua conclusão. Confira a resenha do volume:

Resumo da Obra: Diana consegue resgatar o bebê de Zola, que agora é chamado de Zeke com o Z de Zeus, no entanto os problemas relacionados a sua proteção não diminuem, pois Ártemis (Lua) vai atrás do bebê a mando de seu irmão Apolo. Enquanto os deuses perdem seu tempo atrás do filho mais novo de Zeus, o seu filho mais velho “o Primogênito” começa a fazer avanços em seus planos, tornando-se uma ameaça real não apenas para Apolo e seu trono, mas para toda a humanidade, pois após passar a vida inteira exilado, agora ele deseja exterminar a Terra, o Olimpo e todos a sua volta. Para proteger Diana e seu grupo, Orion consegue atrasar o Primogênito levando a todos para Nova Gênese para reporem suas forças. No entanto parece que Pai Celestial tem outros planos em relação a Zeke.

Ficha Técnica:

Roteiro: Brian Azzarello

Desenhos: Cliff Chiang, Tony Akins, Goran Sudzuka

Tradução: Mario C. Luiz Barroso

Letras: Silvia Lucena, Valéria Calipo

Editores: Bernardo Santana, Daniel Lopes

Número de páginas: 148

Editora: Panini

Volume: 4

Preço de capa: de R$ 39,90

 

Neste volume temos um maior desenvolvimento do personagem Primogênito, descobrimos um pouco mais sobre seus planos para assumir o Olimpo e nos deparamos com sua relação com Hera. Ela é outra personagem bem desenvolvida neste volume, apesar de não ter tanto foco quanto nos volumes anteriores. Sua relação de amor e arrependimento perante Primogênito acaba refletindo em sua relação com o bebê Zeke.

Finalmente Diana e seu grupo de amigos estão cientes da ameaça de Primogênito, assim como os demais deuses do Olimpo, como Apolo, Ártemis e Poseidon, eles sabem seu objetivo na Terra e seu plano de destruir o Olimpo e todos dentro dele.

O foco deste volume, e em minha o ponto alto, está na relação entre Diana e Orion. No inicio a relação era extremamente conturbada, mas ao final percebemos que os dois, apesar das divergências, tem muito em comum e podem lutar lado a lado pela mesma causa.

Esta edição da Panini foi elaborada em Capa Dura de Luxo com lombada quadrada, papel couché e em formato americano (17×26). O volume contém as edições Wonder Woman 19-23.

 

Sobre o autor

Brian Azzarello é um escritor de histórias em quadrinhos norte-americano, nascido em 11 de agosto de 1962. Azzarello é bastante conhecido pelo público que lê quadrinhos por seus trabalhos na DC Comics e Vertigo Comics, entre seus principais trabalhos estão a aclamada fase da Mulher-Maravilha nos Novos 52 e a série 100 Balas, no entanto, também escreveu edições da série Hellblazer, Lex Luthor: Homem de Aço, e Antes de Watchmen: Comediante. Atualmente está trabalhando na série O Cavaleiro das Trevas III em parceria com Frank Miller.

 

Sobre os Ilustradores

Cliff Chiang é um ilustrador americano graduado em Literatura Inglesa e Artes Visuais pela Universidade de Harvard. Iniciou sua carreira como editor assistente da Editora Vertigo, pertencente a DC Comics. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão a série Green Arrow/Black Canary e Wonder Woman New 52.

Tony Akins é um artista americano nascido em 1 de novembro de 1960, conhecido pelo seu trabalho na Editora Vertigo nas séries Fables, Jack of Fables, Hellblazer, e Wonder Woman New 52.

Mas e aí? Já leram Mulher-Maravilha: Guerra? Deixem suas opiniões nos comentários e até a próxima postagem!

Sobre Dora

Dora Sales

Estudante de Administração, apaixonada por cinema e literatura. Leitora de quadrinhos há 6 anos. Fã dos personagens Batman, Arqueiro Verde, Questão, Monstro do Pântano, Mulher-Maravilha, Zatanna e Canário Negro e da equipe Novos Titãs.

Últimas notícias