O Batman-Que-Ri é uma das figuras mais sombrias da história da DC, mas honestamente, ele não carrega as chuteiras do Rei Robin sobre quem é o mais cruel de todos. Essa crueldade está explícita em ‘Dark Nights: Death Metal #4’, com o Rei Robin destruindo um herói na frente de seus amigos. O destino é trágico e o Rei Robin condena esse personagem a uma punição pior do que a morte.

Alerta de spoilers da edição ‘Dark Nights: Death Metal #4’ abaixo!

Monstro do Pântano e Harley Quinn estão tentando ficar à frente do Rei Robin enquanto esperam por um sinal da Mulher-Maravilha, mas em um determinado momento o Rei Robin consegue alcançá-los, e ele está com Jonah Hex. Bem, para ser mais específico, ele tem a cabeça ainda viva de Jonah Hex, e depois que Harley vê o cowboy ela pede para o Rei Robin King liberta-lo como não há mais nada para machucar.

“Eu sinto que é uma maneira meio negativa de olhar para as coisas Harleen.”, diz o Rei Robin. “Talvez eu seja apenas jovem e ingênuo, mas eu gosto de pensar que sempre há algo para machucar.”

Ele então saca uma faca, mas não é uma faca comum, e ele não consegue parar de falar sobre o mal que aquilo representa. “Esta faca foi forjada por Neron, Senhor do Inferno. Se você for esfaqueado com ele e for um pecador, irá direto para Masak Mavdil, o poço mais baixo e mais quente lá embaixo… onde demônios tomam as formas daqueles que você pecou contra e descascam sua carne todas as manhãs. O bom é que ele cresce de volta todas as noites.”

Monstro do Pântano e Harley ficam horrorizados, mas Hex diz a eles que está tudo bem e que corram. “Está tudo bem, garoto … eu percebi.”, diz Hex. “Mas você … você não. Por favor … corra, antes.”

Foi quando o Rei Robin corta e golpeia sua cabeça, desintegrando o que sobrou de Hex e o enviando para seu horrível destino. É uma maneira cruel da partida de um herói, e aqueles que ficaram não perderão a chance de se vingar pelo seu amigo assim que a oportunidade surgir.

Dark Nights: Death Metal #4 é escrito por Scott Snyder e desenhado por Greg Capullo, com cores de FCO Plascencia e tintas de Jonathan Glapion.

Via: [ComicBook].

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias