O autor de ‘Crise de Identidade’, Brad Meltzer, conversou com o Newsarama e revelou detalhes da sua carreira nos quadrinhos. Sobre o primeiro contato com esse universo, Meltzer afirma que a Liga da Justiça foi o começo de tudo.

“Liga da Justiça da América foi o primeiro quadrinho que peguei. Liga da Justiça da América #150 foi a primeira história em quadrinhos que li. Eu sabia que não poderia voltar para ler a número #1, mas eu pensei que eu poderia chegar a #100, e então uma vez eu fiz isso, eu pensei por que não na #90 … Naquela época, você tinha que passar por muitas grandes caixas para encontrar; não havia convenções, não havia online. Cada livraria que você entra, você reza para que eles tenham uma seção de quadrinhos nos fundos, para que você pudesse encontrar o último capítulo da história dos Sete Soldados da Vitória.” disse Meltzer.

“Quando comecei, estava lendo a Liga da Justiça, então com o tempo percebi que estava lendo escritores como Gerry Conway e Len Wein, foi isso que me influenciou. Então, é claro, uma vez que George Perez assumiu a arte – George Perez sempre foi minha fraqueza, eu flutuo sobre ele e eu me lembro de suas capas.”

“Liga da Justiça da América #200 parecia o Super Bowl dos quadrinhos, com a capa de George Perez, com todos os artistas diferentes. Se você rastrear minhas influências, muito do meu trabalho vem [dessa edição] e de Novos Jovens Titãs. Na minha Liga da Justiça da América #0, fizemos exatamente a mesma coisa que eles fizeram na #200, que estava usando todos os artistas diferentes para contar a história da equipe.”

Sobre o começo da sua carreira nos quadrinhos, ele agradece a Kevin Smith, que o ajudou a adentrar nesse universo ao escrever ‘Arqueiro Verde’.

“Eu não acho que eu teria tido a chance de escrever o Arqueiro Verde se não fosse por Kevin Smith, e eu devo a Kevin Smith. Eu tive a oportunidade por causa dele.” revela Meltzer.

“Crise de Identidade saiu através do sucesso do Arqueiro Verde, eu não poderia estragar tudo, pois não teria outra chance. A verdade é que, depois de Crise de Identidade, eu disse ao [então vice-presidente da DC] Dan DiDio que eu estava parando com os quadrinhos, que eu não estava escrevendo outro e que precisava escrever um romance, que eu não poderia mais fazer isso porque eu não tinha mais tempo. Dan foi muito gentil, ele foi muito doce, então ele me ligou e disse: “E se lhe dermos a Liga da Justiça com um novo #1 e você pode fazer o que quiser.” Lembro-me de ser como, “Maldição! Essa é a minha Kryptonita.” Eu não podia dizer não e ele sabia disso.”

“Liga da Justiça da América” de Brad Meltzer, foi lançada em formato luxo nos EUA recentemente.

Na última semana deste mês, eu uma live no nosso Instagram, ocorre o segundo programa do Clube de Leitura da Vovó Bondade, onde mensalmente debatemos uma história em quadrinhos da DC. A edição escolhida é ‘Crise de Identidade’, de Brad Meltzer. Você pode adquiri-la -neste link- e participar do Bat-papo com a gente!

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias