O DC FanDome no sábado foi uma grande experiência da WarnerMedia para ver os fãs da DC Comics se reunirem virtualmente durante oito horas de programação sobre filmes, programas de TV e videogames da DC.

“Nós realmente queríamos montar um evento que super servisse aos fãs.”, disse a Diretora de de Marketing do grupo de TV da Warner Bros. Lisa Gregorian em entrevista à Variety.

Parece que a experiência foi um grande sucesso.

De acordo com o estúdio, o evento DC FanDome: Hall of Heroes gerou 22 milhões de visualizações em 220 países e territórios ao longo de suas 24 horas de duração, através do player interno, transmissões ao vivo de influenciadores de quadrinhos e outros conteúdos gerados pelos fãs que assistiram ao evento.

Os trailers de filmes, TV e videogames lançados durante o DC FanDome — incluindo “Mulher Maravilha 1984″,”The Batman” e o Snyder Cut de “Liga da Justiça” — já conquistaram mais de 150 milhões de visualizações desde sábado.

E o DC FanDome foi tendência no Twitter em 53 mercados, e no YouTube em 82 mercados.

Lisa Gregorian, Diretora de Marketing do Warner Bros. Television Group, e Blair Rich, presidente de marketing mundial da Warner Bros., criaram a ideia juntas para o DC FanDome e discutiram com o TheWrap como ela surgiu.

“O conceito surgiu porque sabíamos que a Comic-Con seria cancelada e realmente estávamos trabalhando em outras coisas juntos e disse: ‘Não seria incrível se criássemos um evento centrado nos fãs de forma global e trabalhasse juntos em nossas divisões e outras divisões para fazer isso acontecer?'”, disse Gregorian. “As produções foram fechadas e, literalmente, como muitas partes do mundo, fomos fechados na empresa também. Blair e eu estávamos tendo essas conversas e junto com centenas de funcionários, que estavam trabalhando em casa, tudo isso durante o COVID, que estavam se encontrando pela primeira vez virtualmente em casa e trabalhando coletivamente durante todo o verão na montagem deste projeto.”

“Tínhamos um par de coisas de missão em mente enquanto a construímos que eram nossos pontos norteadores dos quais nunca abdicamos.”, disse Rich. “Número um, tinha que ser para os fãs, pelos fãs, sobre os fãs, e ser completamente centrado nos fãs, e qualquer coisa que saísse disso não era permitido. Queríamos que fosse acessível. É por isso que era de graça. Foi um evento global traduzido para nove idiomas e queríamos que ele se sentisse como um grande momento.”

“Uma das coisas que observamos em muitas das experiências virtuais que Lisa e eu tivemos até agora é que eles (os fãs) se sentiram meio planos e não imersivos.”, acrescentou Rich. “Então queríamos que ele se sentisse como em um espaço totalmente realizado e é aí que você vê a profundidade, a dimensão e o volume. Queríamos que parecesse que as pessoas estavam juntas. Não queríamos que elas se sentissem como um monte de chamadas no zoom juntas, isso era muito importante para nós.”

O Terraverso não ficou para trás e fez uma SUPER LIVE com convidados que durou mais de 10 horas. Você pode assistir ela -neste link-.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias