Estreou recentemente a animação ‘Sociedade da Justiça: 2ª Guerra Mundial’, produção que dá continuidade ao novo universo animado da DC que começou a partir de ‘Superman: O Homem do Amanhã’. Este novo longa é produzido pelo especialista da área de animações da DC, Sam Register, e conta com um elenco original de vozes repleto de grandes estrelas, destacando-se Stana Katic como Mulher-Maravilha, Matt Bomer como o Flash/Barry Allen e Elysia Rotaru como a Canário Negro.

Sobre os aspectos técnicos, ‘Sociedade da Justiça: 2ª Guerra Mundial’ mantém o traço marcante da animação anterior, com sombreamentos interessantes e que funcionam, principalmente no uso do recurso de destaque de cena dos planos, quando um personagem está em destaque na cena seu fundo mantém um desfoque pleno, lembrando até mesmo conceitos usados em produções cinematográficas com pessoas reais. Como o traço dos personagens possui um preto bem delineado, esse efeito se destaca muito bem em cena.

A animação apresenta a primeira equipe de super-heróis dos quadrinhos enfrentando os nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Alerto que as próximas colocações deste texto terão spoilers! Se você não assistiu, pare por aqui.

A narrativa carrega o espectador a partir das ações do Flash de Barry Allen, que consegue romper a barreira dimensional ao alcançar a Força de Aceleração, e então, é levado para um período onde a 2ª Guerra Mundial está acontecendo. Interessante perceber é que na realidade atual do Flash, a única interação com outro herói que o velocista tem é com o Superman. Ou seja, a Liga da Justiça ainda não existe nesta realidade atual.

A viagem de Barry por determinado momento indica ao público que seria mais uma daquelas viagens temporais que ele vai ao passado, mas na verdade, trata-se mesmo de uma viagem dimensional em que Barry Allen vai para outra Terra, encontrando lá a Sociedade da Justiça como a única equipe de heróis combatente do crime. Mulher-Maravilha, Homem-Hora, Canário Negro, Flash/Jay, Gavião Negro e Steve Trevor é a formação do time em meio a 2ª Guerra Mundial, enfrentando Hitler e seus aliados.

A história é bem construída no ponto de apresentação dos personagens da Sociedade, que de fato ocorre com grande excelência, ao mostrar seus poderes e contextos individuais. Entretanto, o grande problema da trama e que carece um pouco de refinamento são as relações envolvendo alguns coadjuvantes. Entre eles; o Senhor Destino, que funciona como uma espécie de Mestre dos Magos; a apresentação do Superman, que necessariamente deveria exigir uma explicação de onde veio o traje do personagem; e a principal delas, o vilão genérico que nos créditos é chamado de ‘Assistente’ mas que depois de uma rápida pesquisa é possível descobrir que se trata de Charles Halstead, o Pirata Psíquico.

A presença do Aquaman na trama funciona tão somente a cargo dos planos do vilão e nada além disso. A produção apresenta cenas de lutas interessantes, destacando aqui Barry Allen, Canário Negro e Mulher-Maravilha como personagens imponentes e que empolgam toda vez que tomam a frente das cenas. O Superman nesta realidade ainda não é o ‘Superman’ e acredito que esse foi um grande acerto na proposta, pois vemos um Homem de Aço ainda descobrindo seus poderes já em uma idade avançada. Nem ao menos efetivamente voar ele consegue.

No geral, ‘Sociedade da Justiça: 2ª Guerra Mundial’ acerta em cheio ao entregar uma história bem construída, ao abrir precedentes logo no início deste novo universo compartilhado para o conceito de multiverso e ao plantar em Barry Allen a ideia de que uma equipe de heróis pode ser interessante para enfrentar os inimigos que o aguardam. Para a próxima produção, provavelmente veremos o alvorecer de uma Liga da Justiça com o recrutamento de novos personagens; Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde ou Aquaman.

Lembrando que ‘Batman: Morte em Família Parte Um’ é o próximo lançamento do universo de animações da DC, porém, ainda não há nenhum novidade relacionada se essa produção terá conexão e fará parte do novo universo compartilhado de animações, visto que agora a ideia de multiverso já foi apresentada.

Sobre a dublagem, pode ficar tranquilo que os dubladores português/BR são os clássicos; Guilherme Briggs como Superman, Priscila Amorim como Mulher-Maravilha, Clécio Souto como Barry Allen, Hélio Ribeiro como Jay Garrick entre outros. Confira abaixo o trailer dublado da produção:

‘Sociedade da Justiça: 2ª Guerra Mundial’ está disponível para compra no Google Store.

Nota:

50/52 – Ótimo

Sobre Willyan

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias