Produtores de Hollywood receberam aval para retomarem suas produções em andamento no Reino Unido. Isso inclui blockbusters como Pequena Sereia (Disney), Peaky Blinders (BBC), The Witcher (Netflix) e The Batman, da Warner Bros.

O aval chegou com a assinatura das novas regras de segurança contra o novo coronavírus, por parte do governo e órgãos de saúde do Reino Unido. A retomada das produções está sendo muito bem recebida por emissoras, serviços de streaming e proprietários de cinemas, que enfrentam uma provável futura seca de conteúdo.

As diretrizes da liberação, elaboradas pela British Film Commission e pelo British Film Institute, incluem regras sobre distanciamento físico, treinamento de segurança e testes de temperatura. O documento foi assinado pelo Departamento de Cultura, Mídia e Esporte (DCMS), pelo departamento de Saúde Pública da Inglaterra e pelo executivo de Saúde e Segurança. No entanto, ainda caberá a cada produção individual decidir como e quando reiniciar as filmagens.

O Reino Unido é um dos locais mais importantes de cinema e TV do mundo, com um recorde de 3,6 bilhões de libras gastos em mais de 300 filmes e produções de TV de última geração no ano passado. O montante gasto na produção de filmes no Reino Unido atingiu £ 1.95 bilhões, o segundo maior já registrado, em 188 produções. A maior parte disso, US $ 1,4 bilhão, foi gasta pelos principais estúdios de Hollywood na produção de apenas 21 sucessos de bilheteria, como James Bond: No Time To Die e 1917, de Sam Mendes.

Assim que as filmagens voltarem (a qualquer momento), estaremos atentos!

Sobre Daniel

Avatar

Louco por explorar vários cantos da cultura pop, em especial filmes e HQs. E em especial os da casa das Lendas, que produziu e continua produzindo tantas histórias marcantes.

Últimas notícias