O ator Ray Fisher, o Cyborg de “Liga da Justiça” comentou em uma nova entrevista que somente uma aparição de 30 segundos no telhado foi produção e ideia original do diretor Zack Snyder no filme. Todas as demais cenas que vimos do seu personagem na versão cinematográfica de 2017, fizeram parte das refilmagens escritas e dirigidas por Joss Whedon. Confira o vídeo completo:

Sobre a quantidade surpreendente de cenas do Cyborg refeitas para a versão dos cinemas, Fisher disse:

“Menos de uma hora, com certeza. Acho que Fabian Wagner, nosso diretor de fotografia sobre o versão de Zack, disse que talvez cerca de 10% disso fosse a filmagem de Zack e estou inclinado a concordar com ele. Porque como estávamos filmando certas coisas, algumas coisas eram semelhantes com as refilmagens como o que fizemos para o original. É difícil dizer com certas filmagens de outras pessoas para cenas que eu não estava lá, mas o que eu posso dizer do meu personagem e do que você viu na versão dos cinemas que cada cena, com exceção da cena da polícia de Gotham City com o Comissário Gordon, Batman e Flash; cada cena em que estou foi refilmada. Eu refilmei quase todo o filme do meu lado.

Quanto às coisas dos outros como eu não estava lá, eu realmente não posso te dizer. Então, no total, eu diria que vinte minutos disso foi talvez a filmagem de Zack, e algumas delas podem ter sido tiradas até fora de contexto com relação à forma como foi retratada. Então o fato de que estamos recebendo um corte de quatro horas do filme, uma versão de quatro horas disso, isso vai ser enorme. Eu disse isso anos atrás, eu acho que eu estava em uma convenção, e eu disse que as filmagens de Zack era suficiente para fazer dois filmes … e eis que é um filme de quatro horas.”

‘Liga da Justiça Snyder Cut’ chegará em 4 partes ao streaming HBO Max em 2021.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias