O diretor David Ayer, do filme ‘Esquadrão Suicida’ de 2016, voltou as redes sociais para comentar sobre a produção. Após ele relatar que seu corte do filme seria diferente da versão que foi aos cinemas, muitos fãs teorizaram que sua versão era voltada somente para maiores de idade. Ayer então comentou sobre o assunto;

“Jamais seria R (+18) e não consigo imaginar uma cena que seja mais inadequada. Estou falando sobre a realidade comercial. É o que é. Não percepção ou anedotas. O alvo é o público jovem. O maior grupo demográfico a atingir foi de mulheres menores de 15 anos.” diz Ayer em publicação.

O diretor já havia comentado anteriormente outras diferenças em seu filme para a versão lançada nos cinemas. -Confira aqui-. O filme lançado em 2016 arrecadou aproximadamente US$ 745 milhões ao redor do mundo.

Na época, o filme teve vários problemas na pós-produção. A classificação indicativa caiu de +18 para PG-13 nos EUA e o corte oficial e final do longa não saiu das mãos do Ayer, mas sim de uma produtora contratada pela Warner.

Em 2021, James Gunn apresentará um nova versão do Esquadrão Suicida nos cinemas.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias