Depois da presença na última edição da CCXP no Brasil, Cathy Yan, a diretora por trás de Aves de Rapina, começa a dar mais detalhes sobre sua produção. Em recente entrevista para o ComicBook e Screen Rant, Cathy quis deixar claro que sua produção não se trata de um filme de equipe como ‘Liga da Justiça‘ ou ‘Esquadrão Suicida‘.

Algo que sempre me chama atenção quando leio o script. Aves de Rapina não é ‘o filme da Arlequina’, é realmente um filme sobre um conjunto, mas elas não são uma equipe. Você as vê como um time agora, mas na verdade você passa um bom tempo sozinho com cada uma dessas mulheres, e cada uma é protagonista desse filme.” afirma a diretora.

Está mais para uma história de origem para as Aves de Rapina e como esse grupo pode um dia juntar forças.” afirma Margot Robbie, a intérprete da Arlequina. “No futuro, as portas ficam abertas para a formação de um grupo mais tradicional, ou versões diferentes, pois pessoas entram e saem das Aves de Rapina a todo momento.” conclui Robbie.

A atriz afirma que para esse filme, com a narrativa sendo contada pelos olhos da Arlequina, a oportunidade para trazer algo diferente e único para o gênero era gigante, mas não confie cegamente na narradora.

Harley é a narradora da história, uma narradora pouco confiável e errante, o que é divertido, mas também dá ao público uma oportunidade de estar dentro de seu cérebro às vezes e ver o mundo através dos olhos dela. Acho que você vai querer ver se ela se dá bem ou não com as Aves de Rapina no final. mas, em última análise, acho que a Harley não é um membro tradicional das Aves de Rapina. ” finaliza a atriz.

Aves de Rapina chega aos cinemas brasileiros no dia 6 de fevereiro.

Sobre Juan

Juan Almeida

"Lembrai, lembrai, o cinco de novembro. A pólvora, a traição e o ardil; por isso não vejo porque esquecer; uma traição de pólvora tão vil" - “V for Vendetta”

Últimas notícias