Muitos elogios a “Aves de Rapina” giraram em torno de algumas das escolhas bombásticas e das cenas de ação altamente divertidas. As cenas não são apenas brutais, mas destacam brilhantemente traços e estilos individuais das personagens. Um exemplo perfeito disso é quando a Arlequina está na sala de provas da delegacia e está escondida atrás de uma pilha de cocaína. Quando o tiro é disparado, ela respira um pouco do pó, e aquilo dá a ela uma nova vida para começar a espancar os bandidos com seu taco de beisebol.

A combinação da ação absurda e corajosa funcionou, mas, de acordo com a diretora Cathy Yan, poderia ter rolado mais momentos selvagens naquela cena da prisão.

Em uma entrevista a Empire, Yan discutiu sobre a cena de ação na sala de provas e disse que “tinha tantas idéias diferentes” para aquele momento em particular. Segundo Yan, a escritora do filme, Christina Hodson, “queria um grande pênis duplo de borracha que (Harley) precisava se defender”. A diretora até explicou como ela queria dar a Harley “um grande urso fofo recheado de drogas que ela usava como travesseiro para lutar”. Embora na entrevista, Yan nota que elas “tiveram que mostrar algum tipo de restrição”, apesar da produção ser “um filme atrevido”, descrito assim por ela.

Com certeza a Arlequina lutando contra um “pênis gigante” teria contribuído bastante para o visual, e provavelmente levaria a muitas risadas dos membros da platéia também. A proposta poderia ter sido uma maneira criativa de expressar o tema das mulheres do filme lutando contra seus inimigos do sexo masculino.

“Aves de Rapina” estreou em fevereiro deste ano e já se encontra disponível em DVD/Blu-Ray e formato digital.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias