Coringa | Phoenix, o primeiro Palhaço do Crime? – Terraverso | Site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment no Brasil!                          
Cinema HQ's Resenhas

Coringa | Phoenix, o primeiro Palhaço do Crime?

Por mais de uma vez foi noticiado pela produção que, o Coringa interpretado por Joaquin Phoenix no filme que será lançado dia 3 de outubro não tem ligação com a DCEU. Nas palavras do próprio diretor, Todd Phillips:

“Não é conectado ao universo da DC. E a intenção realmente é que não seja. Eu digo, a ideia original de quando eu fui para Warner Bros. não era fazer apenas um filme, mas um selo – espécie de um lado de um selo, onde você pode fazer esse estudo do personagem, de baixo orçamento, onde um cineasta vem e se aprofunda nisso. Então, não é para se conectar e eu não vejo conectando no futuro. Eu acho que é apenas um filme, sabe? ”

Mas vejam bem, o depoimento não limita as ações futuras da Warner sobre a produção e não garante que esse será um filme que não terá sua imagem explorada em produções futuras.

O maior exemplo disso é a Arlequina. A personagem sempre foi cativante, conquistou espaço após sua primeira aparição na série animada do Batman e de aparição em aparição, sua versão de Esquadrão Suicida foi um “BOOM”, que a garantiu como uma personagem principal em Aves de Rapina. A diferença de cenário aqui é que Arlequina já era do DCEU e permanece no DCEU. Tendo dito isto, segue uma teoria que cerca o novo Coringa e sua influência na DCEU.

Joaquin Phoenix interpreta a versão real do inimigo icônico do Batman em “Coringa”, ou seria algum tipo de imitação ou precursor alternativo? Após a decepcionante recepção oferecida a  Batman vs. Superman e Liga da Justiça, a Warner Bros. relaxou sua abordagem de universo compartilhado dos filmes da DC e está intensificando seus esforços para oferecer empreendimentos independentes e diversificados. Uma dinâmica semelhante ao universo de animações da DC construído pela Warner Bros. Animation.

Originalmente anunciado como uma exploração do personagem do infame vilão cômico, as impressionantes imagens e premissas únicas de Coringa atraíram a atenção dos fãs e da crítica especializada que teve acesso a suas exibições em festivais, sendo apontado como possível candidato ao Oscar.

Como já anunciado, Coringa não parece fazer parte de qualquer universo estabelecido de filmes da DC. Mesmo que o trailer confirme um cenário de Gotham City, a versão do Coringa do DCEU é, para grande desgosto dos fãs, o Jared Leto tatuado. O novo Coringa ocorre durante uma era completamente diferente.

Apenas com o trailer, é difícil julgar todo o enredo, pelas imagens centradas na transformação de Phoenix de homem para palhaço, e isso pode sugerir que a Warner Bros. tenha alguns segredos guardados, principalmente sobre a família mais influente de Gotham.

Alguns pontos devem ser considerados ao vincular este Coringa a imagem que conhecemos. Eis por que o Coringa de Joaquin Phoenix pode não ser o artigo genuíno.

CORINGA DE JOAQUIN PHOENIX É VELHO DEMAIS PARA SER O ARQUI-INIMIGO DE BATMAN

Enquanto o Coringa permanece envolto em segredo, o que podemos ter certeza é que o filme funciona como uma história de origem para o vilão. Joker narra a transição de Arthur Fleck de um palhaço aspirante a cuidar de sua mãe e lutando com a depressão para um símbolo imprudente de caos, crime e comédia. Embora o talento de atuação de Phoenix seja inegável, o homem está atualmente com cerca de quarenta anos e, assumindo que seu personagem tem uma idade semelhante, esse Coringa certamente é velho demais para começar uma longa rivalidade com o Cruzado de Capa. Em todas as versões do Batman, a história pinta o palhaço como o arqui-inimigo do vigilante durante a maior parte de sua carreira no combate ao crime, mas isso não aconteceria se Coringa apenas começasse seu caminho de criminalidade como um homem de meia idade.

Situado na década de 1980, Bruce Wayne, do Coringa, é interpretado por Dante Pereira-Olson, de 9 anos. No momento em que esse garoto rico de rosto novo veste a famosa capa e capuz, o Coringa de Phoenix já estaria com mais de 50 anos. Quanta rivalidade poderia o Batman e o Coringa realmente terem com uma diferença de idade de mais de 40 anos? Ao menos nos padrões do Coringa que conhecemos. O Cavaleiro das Trevas já é fisicamente superior ao seu inimigo, mas os quadrinhos mostram o vilão dando alguns golpes pesados ​​no super-herói (e alguns mais pesados ​​nos seus companheiros). Mesmo que Arthur Fleck permaneça em forma nos seus últimos anos, sua idade não deixa muito tempo para que a rivalidade entre Batman e Joker se desenvolva.

A HISTÓRIA DE FUNDO DO CORINGA TRAIR OS IDEAIS DO CORINGA?

Uma grande parte do apelo do Coringa é a constante sensação de mistério que o cerca. Várias histórias em quadrinhos e filmes tentaram fixar algum elemento da história de fundo no personagem, mas a natureza em constante mudança da história do Coringa cria uma sensação eterna de mistério. Até o nome verdadeiro do vilão é uma fonte de muito debate sem resposta clara. O filme do Coringa sem dúvida trai esses princípios, fornecendo ao personagem um nome real e uma história clara e comprovada que quase humaniza o Coringa na mente da plateia.

É impossível evitar o fato de que parte do apelo se perde quando sua origem é explicitamente revelada. Se Phoenix não está realmente interpretando a versão do Coringa que luta contra o Batman, esse problema é completamente contornado.

A história do Coringa de Joaquin Phoenix também parece muito distante de qualquer um dos seus quadrinhos anteriores. A Piada Mortal, de Alan Moore, oferece talvez a versão mais aceita das origens do Coringa, e mostra um jovem lutando para sustentar sua família como um comediante fracassado, que então se envolve com o contingente criminal de Gotham. Certamente há paralelos entre essa história e o que pode ser obtido no trailer do Coringa – o elemento cômico em luta, por exemplo – mas, em grande parte, o Coringa parece estar seguindo seu próprio caminho, mais uma vez sugerindo que essa não é a versão verdadeira do personagem.

COMO UM SEGUNDO CORINGA PODERIA FUNCIONAR

Chamar um filme de “Coringa” quando o personagem principal não é realmente o que os fãs do vilão esperam pode parecer um pouco polêmico, no entanto, isso não necessariamente tem que ser o caso. A ideia de um protótipo do Coringa – um criminoso que serve de inspiração para o Coringa real – já foi abordada na mitologia do Batman, mais recentemente na série Gotham, e essa poderia ser uma rota potencial para o Coringa seguir. Esse tipo de configuração de prequel também se encaixaria perfeitamente com Bruce Wayne sendo criança durante o período do filme.

Curiosamente, ainda é possível que o Coringa possa funcionar como uma história de origem para a versão real do personagem. No trailer, uma cena mostra um protesto em que várias pessoas estão usando máscaras de palhaço, o que implica que Arthur Fleck pode desenvolver algum tipo de culto após o curso de sua história. Um desses acólitos poderia facilmente ser o Coringa que conhecemos e se tornará o inimigo de Batman nos próximos anos, e o filme poderia apresentar algum tipo de passagem da tocha de Fleck para seu sucessor não identificado que estabelece a dinâmica de personagem. Talvez essa cena possa incluir um personagem que faça alusão ao Coringa de Jared Leto.

Dessa forma, Joker tecnicamente ainda funcionaria como uma história de origem, mas subverteria as expectativas concentrando-se amplamente na fonte de inspiração do vilão, em vez do próprio Príncipe Palhaço de Gotham City. Fleck, enquanto isso, poderia se curvar como um mártir, morrendo em chamas de glória depois de cometer um esquema verdadeiramente hediondo.

FEUER AUF DEM SPIELPLATZ

Assim como gato de schrodinger esta nova história pode ou não ser a percursora de todas as versões do personagem que conhecemos, uma inspiração, um titulo passado de geração em geração, tornando possível até mesmo uma mudança no trono do Coringa atual.

Matéria traduzida e adaptada de screenrant.com.

Terraverso
no Facebook

Terraverso
no Twitter

Terraverso
no Instagram

Conheça o Terraverso

Somos o portal Terraverso! Um site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment aqui no Brasil. Um projeto desenvolvido por fãs ávidos desse multiverso de mundos e personagens. Acompanhe aqui as principais novidades e informações da DC, além de matérias especiais, críticas, entrevistas, resenhas e o nosso podcast chamado Ramal 52. Seja bem-vindo DCnauta, a casa das lendas é aqui!