Mulher-Maravilha: Legado de Sangue | Animação com muito conteúdo e ainda assim pouco surpreendente – Terraverso | Site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment no Brasil!                          
Animações Críticas

Mulher-Maravilha: Legado de Sangue | Animação com muito conteúdo e ainda assim pouco surpreendente

Na nova produção da Warner Bros. Animation vemos a história de origem da Mulher-Maravilha novamente, porém dando outra visão sobre a tecnologia de Themyscira.

Steve Trevor cai na ilha após ser atacado por para-demônios e é salvo pela Princesa das Amazonas e curado de suas queimaduras pelo “raio púrpura”. Mais tarde, Diana tenta fugir da ilha para salvar Steve da execução e este ato a condena ao exílio. Em Washington, D.C., ela é inserida na família da Dra. Kapatelis, o que causa atritos com a filha da arqueóloga, a ainda adolescente Vanessa, que guarda rancor em detrimento a nova hóspede. Três anos depois, Diana se torna a Mulher-Maravilha e Vanessa cresce e se vincula a Dra. Cyber e a Dra. Veneno, que a transformam na Cisne de Prata.

A trama gira em torno do esforço da heroína em resgatar Vanessa e leva-la para Themyscira para ser curada da transformação que a está matando.  Para isso, Diana deve descobrir a localização da ilha, uma vez que quem sai tem a localização apagada da memória. Nesse processo ela tem que lidar com alguns empecilhos.  A animação está repleta de personagens do universo da Mulher-Maravilha, fora Cisne de Prata, Cyber e Veneno temos a Giganta, Mulher-Leopardo, Etta Candy  e Medusa. As participações são boas, porém algumas delas muito rápidas.

O estilo da animação está um pouco diferente das animações anteriores em que a Mulher-Maravilha tem o mesmo uniforme gola alta, a que mais apresenta ligações visuais é “Liga da Justiça: Guerra”. Os para-demônios são um exemplo disso, surgindo logo nos primeiros segundos atacando Steve e depois esquecidos. Talvez um furo no roteiro seja justamente esse ponto, pois após a saída de Themyscira, Diana só se torna a Mulher-Maravilha três anos depois, então, após os ataques dos para-demônios, ainda tivemos um grande período de espera para os acontecimentos de Guerra. É confirmado em “Legado de Sangue” que a Guerra realmente ocorreu, pois é citada a luta contra Darkseid. E em “LDJ: Guerra” sabemos que Mulher-Maravilha inicia um relacionamento com o Superman que termina antes dos acontecimentos de “Morte do Superman”, e parece que não influenciou no relacionamento com Steve.

Outro ponto a ser notado é que está Mulher-Maravilha tem um comportamento bem mais manso que o mostrado nas outras animações, onde ela declara sorvete a comida mais gostosa, bradando sua espada, ou quando laça um manifestante e o faz declarar a verdade de sua revolta, e que se veste como ela quando está escondido.

A luta final é o ápice, Diana luta contra uma versão gigante da Medusa, que está atacando a Ilha das Amazonas e destruindo seus exércitos com facilidade. Chega a ser agonizante ver a vilã transformando todas as guerreiras em estátuas e reduzindo-as em pedaços. A luta reproduz uma das cenas mais icônicas dos quadrinhos, onde a Mulher-Maravilha pega uma das cobras do cabelo da Medusa e joga o veneno em seus próprios olhos para que não seja transformada em pedra.

A história é concluída com a Ilha de Themyscira abrindo suas portas para o mundo dos homens e a revelação de que Dra. Cyber é um perigo eminente e que não irá parar por aí.

As animações da DC tem sido sempre um motivo de orgulho entre os fãs, mas essa deixou um pouco a desejar. A forma como Diana está na história, tão passiva e maternal, difere muito do que vemos da Guerreira Amazona das outras animações. E a vilã Dra. Veneno se mostrou praticamente irrelevante. Seu papel poderia facilmente substituído por qualquer capanga descartável. A passagem de tempo mesmo dando a entender que tiveram os acontecimentos das animações anteriores parecem não ter efeitos colaterais. A evolução dos personagens que tem mais tempo de tela, Diana e Steve, simplesmente não acontecem.

Nota:

Terraverso
no Facebook

Terraverso
no Twitter

Terraverso
no Instagram

Conheça o Terraverso

Somos o portal Terraverso! Um site de conteúdo segmentado sobre a DC Entertainment aqui no Brasil. Um projeto desenvolvido por fãs ávidos desse multiverso de mundos e personagens. Acompanhe aqui as principais novidades e informações da DC, além de matérias especiais, críticas, entrevistas, resenhas e o nosso podcast chamado Ramal 52. Seja bem-vindo DCnauta, a casa das lendas é aqui!